orar

Pessoas preferem oração à mídia social em momentos de crise, revela pesquisa

Um estudo recente descobriu que mais pessoas estão dispostas a recorrer à oração quando passam por momentos difíceis do que apenas falar sobre isso nas redes sociais.

O levantamento, realizado pelo Instituto ComRes, descobriu que, quando confrontado com uma decisão difícil, a maioria das pessoas procura ouvir amigos e familiares (77%), mais de metade procura na internet relatos de situações semelhantes (51%), 6% dizem que fazem uma oração, enquanto 4% falam sobre isso nas redes sociais, como Facebook e Twitter. A maioria dos entrevistados disse que faz mais de uma dessas coisas ao mesmo tempo.

Embora apenas uma pequena porcentagem diga que prefere a oração às mídias sociais, os pesquisadores dizem que esse é um dado significativo.

O professor Stephen Bullivant, diretor do Centro de Religião e Sociedade Bento XVI da Universidade de St Mary, em Londres, explica: “Devido ao tempo geralmente gasto pelas pessoas nas mídias sociais e a quantidade de atenção que elas recebem, o fato de as pessoas estarem mais propensas a pedir ajuda a Deus para tomar decisões difíceis é realmente interessante”.

Ruth Gledhill, jornalista e editora do Christian Today, acrescentou: “Acho que essas descobertas representam um desafio e uma oportunidade para as igrejas. A oportunidade está na clara preeminência de amigos e familiares como fontes de sabedoria ao tomarmos decisões difíceis, mesmo no mundo on-line de hoje. Acredito que esse tipo de pesquisa é tanto um desafio quanto uma oportunidade para as igrejas. Espero que o pastor local possa ser visto como um desses amigos que procuramos”. Com informações de Christian Today

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *